Quanto cobrar pelo programa? Essa não é tarefa das mais fáceis e exige muita analise por parte da acompanhante, cobrar o que todo mundo cobra nem sempre é a solução mais adequada embora seja a medida adotada pela grande maioria das garotas de programa de Brasília.

Antes de cobrar um valor o mais importante é avaliar se você está a altura dele, é suficientemente bonita para cobrar aquele cachê? Está em dia com o corpo e supera as expectativas físicas exigidas pelos clientes? Seu atendimento realmente merece ser remunerado por esse valor? As acompanhantes que tem o mesmo perfil físico e o nível de atendimento semelhante estão cobrando quanto?

Nessa hora é bom ser realista ao se auto-avaliar, vá para frete do espelho, examine cada imperfeição, tire um tempo para verificar cada detalhe do seu atendimento, seus clientes tem voltado a sair com você? Se sim, esse é um bom indicativo de que o seu serviço é valorizado, agora se você tem poucos clientes que voltam a sair com você é sinal de que algo vai mal e de que a sua atitude perante os seus clientes não é tão atrativa para que eles gastem novamente esse valor com os seus serviços.

Não adianta subir o cachê porque a melhor acompanhante do mercado subiu, se ela subiu e tem gente pagando é sinal de que ela faz algo a mais para poder cobrar um valor mais elevado, usar como critério apenas o fato de que outra menina subiu o seu cachê para reajustar os seus valores é na certo o motivo equivocado para essa prática, ao invés de simplesmente subir o seu cachê procure saber o que a sua concorrente melhorou para poder cobrar um valor mais alto em ralação as demais garotas.

Essa é a dica do Belas61 para que você possa praticar valores competitivos de acordo com o nível de serviço que você presta aos seus clientes. Fique atenta a todos os detalhes, receba cada crítica com muita atenção e utilize isso para melhorar o seu atendimento.