Hoje muito homens pagam acompanhantes para ter sexo no momento desejado, mas um estudo coordenado pela pesquisadora Jennifer Graves sugere que o sexo masculino pode estar extinto em cinco milhões de anos.

 Não, você não vai estar vivo nesse período, mas isso seria uma verdadeira vingança contra as mulheres que regulam a quantidade de relações sexuais dos homens, e com a proximidade do fim masculino os mercados pode ser invertidos. Homens cobrando para ter relações e se a mulher preferir um “atendimento completo”, bem ele vai sair mais caro…

 Mas quem andou ponderando tudo e chegou a conclusão de que a raça humana também corre perigo, a pesquisadora adverte que a humanidade pode encontrar outros meios de seguir em frente sem a necessidade do cromossoma Y.

 Jennifer disse que a estrutura do cromossoma Y é hoje muito mais fraca que a do cromossoma X, sendo que há três milhões de anos, o cromossoma Y tinha aproximadamente 1400 genes, e hoje tem cerca de 100, ela ressaltou ainda que essa tendência é diminuir e isso pode significar o seu completo desaparecimento no futuro.

 Isso pode significar uma verdadeira inversão de valores e o pênis pode vir a ser um artigo de luxo, elevando o seu valor de mercado.

E você como acha que será  o futuro?