Sim, existe uma estratégia para acompanhantes de sucesso, e ela se chama capacitação! Como diz uma estimada anunciante do site… “curso de piranha”. Não é sempre que abordamos esse assunto de forma tão direta, mas esses são tempos de mudanças. Seja lá qual for a sua profissão, são necessárias capacitações especificas para exercer uma função, e para a função acompanhante estão em falta mulheres capacitadas.

Não queremos e nem pretendemos elaborar o novo manual da cortesã moderna, mas entre aquele sonho em que você se imagina ganhando rios de dinheiro e vivendo em badalados eventos sociais existe uma linha que deve ser estrategicamente traçada para que você realmente obtenha o sucesso desejado.  A qualidade, essa é a linha que separa a mulher que trabalha como acompanhante, dos já sabidos excelentes lucros provenientes da atividade em questão.

Recentemente, uma famosa ex-anunciante do Belas61 esteve em Brasília, em uma visita animada, regada a um bom vinho, discutia-mos a decadência da qualidade dos serviços e principalmente o alto índice de “estrelas falidas” em Brasília, sim falidas. E com o perdão da palavra, não queremos ofender ninguém mas se você é acompanhante tem que saber chupar, tem que deixar pegar no peito e o cliente não está nem ligando se você tem namorado ou não, ele quer beijo na boca, é bobagem guardar para o namorado, se ele descobrir o que você faz não vai adiantar dizer: “Olha amor, o beijo eu guardei para você!”

Livre-se do estrelismo, exerça suas funções com qualidade, não há mistério para o sucesso, acha a profissão degradante? Procure outra! Você não vai sentir orgulho em dizer no futuro que foi a melhor acompanhante da sua época, mas também não ha orgulho algum em saber que nem isso você soube fazer. O fato de ter feito o seu trabalho melhor como acompanhante não vai te impedir de ser uma boa advogada, nem uma boa arquiteta. Fazer sempre o melhor trabalho só pode te levar a um caminho… Aposentadoria precoce!